Scheidt abre mão de Hyères para focar no Mundial de Laser

281287_596585_princesa_sofia_jesusrenedo_web_

A fase de preparação é tão importante quanto a competição. Todo atleta de alto nível sabe disso. E com Robert Scheidt não é diferente. Focado na disputa do Campeonato Mundial de Laser, que será de 12 a 18 de maio, em Puerto Vallarta, no México, o velejador brasileiro optou por abrir mão da etapa de Hyères da Copa do Mundo de Vela, que começou nesta segunda-feira (25), na França. Trata-se de uma decisão tática, pois a temporada 2016 é composta por ‘degraus’ que precisam ser superados até chegar ao objetivo maior, que é a Olimpíada do Rio de Janeiro. E um dos maiores ‘degraus’ é justamente o Mundial.

“Acabei optando por não ir para Hyères porque achei que seria demais. Isso em função da proximidade com o Mundial. Vou embarcar dia 4 de maio para o México e será uma viagem longa, com 8 horas de fuso, então considerei ser melhor usar esta semana para caprichar na parte física”, disse o velejador, que promete aliar os exercícios fora da água com a parte técnica da modalidade. Schedit fez questão de garantir que sua escolha visa apenas se preservar para fazer um bom Mundial. “Não é nenhum problema de lesão, apenas considero mais importante chegar com gás total no mundial. Como as duas competições são bem próximas, precisei escolher”, completou o bicampeão olímpico, patrocinado pelo Banco do Brasil, Rolex, Deloitte e Audi, com os apoios de COB e CBVela.

O Mundial do México será disputado na mesma raia do Pan de 2011, competição que Scheidt não participou porque, na época, disputava a classe Star, que não faz parte do programa pan-americano. A competição não é o primeiro degrau de Robert rumo aos Jogos Olímpicos do Rio. Em 2016, ano de sua sexta Olimpíada, ele soma dois títulos consecutivos. Após vencer, no começo de janeiro, o Brasileiro de Laser, no Rio de Janeiro, o velejador conquistou, no fim do mesmo mês, seu sexto título em Miami da Copa do Mundo de Vela. Mais recentemente, no início de abril, conquistou a prata no Troféu Princesa Sofia, em Palma de Mallorca na Espanha. Na carreira são 175 títulos – 86 internacionais e 89 nacionais – além de cinco medalhas olímpicas (duas de ouro, duas de prata e uma de bronze).

Robert Scheidt também conquistou mais três vitórias recentemente. Embora não tenham o peso dos grandes resultados já obtidos na temporada 2016, ele ganhou velejando na Itália, em 15 de abril, dia do seu aniversário de 43 anos. “Foi um dia muito feliz. Estava com minha família e participei de uma regata no Lago de Garda e venci três provas, então, não podia ser melhor essa comemoração do meu aniversário.”

Fonte: Assessoria

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s