Morre aos 92 o primeiro vencedor da Whitbread

m5384_vor111101_roman_2547
1973-74 Whitbread Round the World Race winning skipper of Sayula II, Ramon Carlin from Mexico and Volvo Ocean Race CEO, Knut Frostad.

Faleceu na Cidade do México o velejador Ramón Carlín, vencedor da primeira edição da Whitbread Regata de Volta ao Mundo em 1973-74 a bordo do Sayula II. Conhecido como “Velejador de Final de Semana”, Carlín fez fortuna no ramo de máquinas de lavar após um início de carreira vendendo utensílios de cozinha de porta em porta.

Em 1973 ele buscava novos desafios e reuniu uma tripulação formada por amigos, familiares e alguns bons velejadores. Para a mídia inglesa, eles não passavam de mexicanos preguiçosos com grandes sombreiros completamente despreparados para a volta ao mundo. Porém, o espírito de liderança de Carlín fez com que o time vencesse a competição e chegasse no México como os mais famosos velejadores da época. No ano passado esta história virou filme, chamado The Weekend Sailor, dirigido pelo compatriota Bernardo Arsuaga.

“O nosso diferencial era o barco e a tripulação. Não tínhamos tempo para treinar. Meu plano era conhecer a tripulação e ensiná-los a mexer no barco durante a primeira etapa e todos acabaram se saindo muito bem”, disse Carlín muitos anos depois da vitória .

Há dois anos ele resolveu reunir novamente a tripulação para celebrar os 40 anos da regata e para muitos esta foi a primeira vez que se encontraram depois da competição. “O que me conquistou na prova foi que era uma aventura e ninguém sabia que rumo tomar. Era a primeira vez que alguém estava dando a volta ao mundo com uma tripulação e a competição era real”, disse ele.

“Vencemos por causa do skipper. Excedemos nosso limite, por que ele confiou em nós”, disse Dalrymple-Smith, um dos tripulantes. Para ele não havia dúvidas de que a habilidade de liderança de Carlín foi a peça chave da vitória. Para se ter ideia, até a esposa dele participou da competição como cozinheira na primeira etapa.

“Para mim, o Ramón foi o capitão que chegou mais perto da perfeição. Era entusiasmado, fazia tudo com classe. Ele se preocupava conosco, tínhamos a melhor comida e o barco estava perfeitamente equipado”, completou Bob Martin, outro tripulante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s