Equipe Brasileira de Vela começa, hoje, a batalha por medalhas na Rio 2016

rio2016

A Equipe Brasileira de Vela disputa a partir do dia 8 de agosto os Jogos Olímpicos Rio 2016, na Baía de Guanabara. Robert Scheidt, na classe Laser; Fernanda Decnop, na Laser Radial; Patricia Freitas, na RS:X feminina; e Ricardo Winicki, o Bimba, na RS:X masculina, serão os primeiros a levar seus barcos da Marina da Glória para a água. As regatas têm previsão de início às 13h, dependendo das condições de vento.

“A Equipe Brasileira é bem heterogênea, com velejadores muito experientes como o Robert Scheidt, o Bimba e a Fernanda Oliveira. E vários jovens com muito talento. Acho muito boa essa convivência dentro do grupo, principalmente com o Robert, um atleta com resultados expressivos e que passa muita confiança para a garotada”, disse o coordenador técnico da Equipe Brasileira de Vela, Torben Grael, dono de cinco medalhas olímpicas, entre elas dois ouros.

Robert Scheidt é o principal nome da equipe. Também com cinco medalhas olímpicas no currículo, sendo duas de ouro, o paulista de 43 anos vai para sua sexta participação nos Jogos com a chance de se tornar o primeiro atleta brasileiro tricampeão olímpico.

“Vou ficar satisfeito se conseguir chegar ao resultado que é o meu objetivo: uma medalha, não importa a cor. A medalha depende muito das circunstâncias, das adversidades da raia, de conseguir manter uma regularidade. São várias coisas que podem acontecer. O que você pode fazer é treinar da melhor forma possível”, afirma.

Medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Toronto-2015, Fernanda Decnop é uma estreante no maior evento esportivo do mundo. Já Bimba é um veterano, indo para sua quinta participação olímpica após ser campeão mundial em 2007 e tetracampeão pan-americano. Bicampeã pan-americana, Patricia Freitas compete pela terceira vez nos Jogos.

No dia 9, Jorge Zarif, campeão mundial na Finn em 2013, inicia sua segunda experiência olímpica. No dia seguinte, a Nacra 17 faz sua primeira aparição nos Jogos e o Brasil será representado por Samuel Albrecht, em sua segunda presença olímpica, e Isabel Swan, também em sua segunda disputa nos Jogos. Ela, ao lado de Fernanda Oliveira, se tornou a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha na vela, com o bronze na 470 feminina, em Pequim-2008.

Ainda no dia 10, estreiam as duplas da 470. Entre as mulheres, Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan competem juntas pela segunda vez. Fernanda, no entanto, já é uma veterana, indo para sua quinta participação olímpica. A dupla vem em uma excelente temporada, com pódio em cinco das sete competições disputadas em 2016. Entre os homens, Henrique Haddad e Bruno Bethlem fazem sua estreia no evento esportivo.

No dia 12, entram na água as duas classes restantes. Na 49erFX, uma dupla estreante, mas com grandes resultados no ciclo olímpico: Martine Grael e Kahena Kunze foram campeãs mundiais em 2014 e frequentaram o pódio constantemente nas principais competições internacionais. Na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges competem nos Jogos Olímpicos pela primeira vez.

Foto World Sailing/Divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s