Emoção e consagração marcaram medal races da RS:X na Rio 2016

podio_rsx

Ontem, um domingo ensolarado na Cidade Maravilhosa, foi o dia das medal races (regatas da medalha) para a classe RS:X Masculina e Feminina. Com vento fraco na raia, as pranchas a vela tiveram que esperar para realizar a tão esperada regata final. Foram 12 disputas que classificaram os 10 melhores velejadores de cada classe para grande final.

Na masculina as medalhas de ouro e prata já haviam sido definidas mesmo antes da regata final. O holandês Dorian Van Rijsselberghe consagrou-se bicampeão olímpico e não fez feio na regata da medalha chegando em primeiro lugar mesmo após a conquista antecipada. Ele “passeou” na Baía de Guanabara, raia que conhece bem após muito tempo de treinamento por aqui. Nick Dempsey, da Grã-Bretanha, que começou dominando as regatas do começo da competição, ficou com a prata também antes da final. O bronze, única medalha em disputa na medal race, ficou com o francês Pierre Le Coq. Uma conquista muito comemorada por ele e pela equipe francesa, já que o favorito à medalha era o polonês Vyron Kokkalanis que não foi bem na medal race. Bimba, do Brasil, ficou em 7º na medal race.

Já na classe feminina, nada estava definido e seis velejadoras tinham chances de conquistar a medalha de ouro. Charline Picon, da França, fez uma regata emocionante e conquistou a medalha de ouro nas últimas pernas da regata. Quando chegou desembarcou na praia do Flamengo, nem ela acreditava na conquista. Em entrevista para a World Sailing, Picon falou que estava muito ansiosa e precisou da psicóloga da equipe para conseguir se manter calma para a final. Ela também disse que contou todos os pontos que perdeu durante a competição, já que as coisas não correram como ela esperava. “Aqui (no Rio) eu sabia que poderia ser o meu momento, eu acreditava desde o início, mas esta manhã eu estava absolutamente estressada. Foi uma semana muito difícil. Ganhar a medalha de ouro na Medal Race é… me faltam palavras”.

A foto abaixo capta o momento em que Picon percebe, ainda incrédula, que a medalha de ouro é sua.

picon_incr

Outra que teve um resultado inacreditável foi a russa Stefaniya Elfutina, de apenas 19 anos. Ela começou a medal race pagando duas penalidades e escolheu o lado oposto da raia em que corriam todas as outras velejadoras. Deu certo. Elfutina conquistou a medalha de bronze em uma regata intensa, muito disputada e com final emocionante para as velejadoras. A brasileira Patricia Freitas terminou a medal race em 8º, este foi o melhor resultado dela que correu sua primeira final em Olimpíadas. Patricia tem 26 anos e pensa em continuar lutando para defender o Brasil em Tóquio.

Confira os pódios das classes:

RS:X Masculina

Ouro – Dorian Van Rijsselberghe (Holanda)
Prata – Nick Dempsey (Grã-Bretanha)
Bronze – Pierre Le Coq (França)

RS:X Feminina

Ouro – Charline Picon (França)
Prata – Peina Chen (China)
Bronze – Stefaniya Elfutina (Rússia)

Fotos World Sailing

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s