Vento inconstante impede regatas do terceiro dia do 43º Campeonato Brasileiro de Laser

laserbra13
Comissão prevê três regatas para esta quinta-feira, dia 12

Longa espera, essa foi a marca do terceiro dia do 43º Campeonato Brasileiro de Laser que acontece, pela primeira vez, na Represa de Guarapiranga, Capital Paulista. Com mais de 60 barcos na água, a comissão técnica tentou montar um percurso de barla-sota diversas vezes, mas o vento não firmou e ficou impossível velejar na represa hoje. “As condições de vento na represa são sempre impreviveis, hoje tentamos fazer três largadas, mas com o vento mudando muito de intensidade e direção, não foi possível completar nenhuma. Ainda tivemos problemas com as plantas flutuantes que impediu a passagem dos barcos na primeira marca de contravento da segunda tentativa de regata. Velejar por aqui é sempre estar preparado para esses imprevistos, comentou Claudio Buckup, gerente de regatas da competição.  

A principal responsável pelas condições adversas foi a chuva que caiu sobre a Capital Paulista hoje, no fim do dia os velejadores ainda enfrentaram chuva forte para voltar ao Yacht Clube de Santo Amaro, sede do evento. Para amanhã estão previstas três regatas e a comissão técnica decidiu manter o horário (13h) para a primeira largada do dia.  

Entre os velejadores a expectativa para as regatas oficiais é grande. Ricardo Feitosa, do Iate Clube Pajussara, de Maceió, participa pela primeira vez de um Brasileiro de Laser e treina na represa desde o mês de agosto para esta competição. “Velejo de Snipe, mas tenho amigos na Laser e comecei a treinar no barco no ano passado. Venho para cá uma vez por mês para treinar na represa e espero disputar muitas regatas neste Brasileiro para adquirir experiência na classe”.  

Entenda a classe 

A classe Laser é dividida em três, Radial, 4.7 e Standard, com mesmo casco, o que muda é o tamanho das velas. A Radial usa vela de 5.76 m² e para os velejadores participarem de uma competição oficial precisam pesar até 65 quilos. Apesar de ser o barco olímpico oficial para as mulheres da classe Laser, o barco admite tanto homens como mulheres nas demais competições. 

O 43º Campeonato Brasileiro da Classe Laser é organizado pelo Yacht Club Santo Amaro e pela Classe Laser SP, tem a chancela da CBVela e da Fevesp e conta com o apoio da Vcat, Notícias Náuticas e Sailstation.  

Programação do 43º Brasileiro de Laser:  

Laser Radial:  

09/01 e 10/01 – Confirmação de inscrição / credenciamento / medição.  

11/01 a 15/01 – REGATAS  

Laser Standard e 4.7:  

16/01 – Confirmação de inscrição / credenciamento / medição.  

17/01 a 21/01 – REGATAS  

Sobre o Yacht Club Santo Amaro:  

O YCSA, como é conhecido o Yacht Club Santo Amaro, foi fundado em 1930 às margens da Guarapiranga por velejadores alemães. Ao longo destes mais de 80 anos de história, revelou grandes nomes do iatismo nacional, como Robert Scheidt, Alex Welter, Cláudio Biekarck, Reinaldo Conrad, Peter FickerGunar Ficker e Marcelo Batista. No seu quadro de medalhas estão diversos títulos mundiais, pan-americanos, sul-americanos e, claro olímpicos.   

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s