ABCL promove clínica em parceria com YCSA e ICRJ

clinica laser

A Associação Brasileira da Classe Laser (ABCL) promoveu durante o feriado de Corpus Christi uma clínica para velejadores do Rio de Janeiro e de São Paulo no Iate Clube do Rio de Janeiro. O evento contou com a presença de mais de 20 atletas e um excelente nível técnico.

 

“Para mim foi uma das iniciativas mais legais da ABCL até agora. Gostaria de parabenizar a Diretoria da Associação e os clubes que apoiaram o treino. Foi um prazer fazer parte disso e passar um pouco do meu conhecimento para velejadores de diversos estados. A classe tem muito a crescer com isso,” disse Fabio Pillar, técnico da clínica, e ex-integrante da equipe olímpica e campeão mundial de Laser Radial em 2006.

“Assumi a diretoria da casse em fevereiro e este é um trabalho de longo prazo, que visa um aumento do nível técnico combinado com uma elevação do numero de velejadores. Temos vários projetos que estaremos colocando em pratica no decorrer dos próximos meses. Já estamos programando a próxima edição da clínica. Essa foi uma primeira para testarmos e vermos o que da certo e como devemos nos organizar para as próximas. Costumo manter contato com outros países sul americanos e temos planos para enviar convites a velejadores de fora do país”, disse Nicolas Garcia, Diretor Presidente da Associação Brasileira da Classe Laser.

O treino contou com apoio do Yacht Clube Santo Amaro e do Iate Clube Rio de Janeiro.

Volvo Ocean Race passa a ser disputada de dois em dois anos

m45022_20141119volvooceanrace-ws-gb-449-edit.jpg

As próximas edições da Volta ao Mundo já estão com datas marcadas: 2019-20, 2021-22 e 2023-24.  A organização anunciou a mudança na periodicidade da competição, que passa a ser de dois em dois anos e não três em três como era até hoje. Esta mudança terá um impacto positivo no valor comercial do evento, bem como nas equipes profissionais de vela e nas cidades-sede. Nas últimas edições, Portugal e o Brasil fizeram parte do maior evento de vela oceânica do planeta. 

“Um ciclo mais curto significa que podemos encurtar cada edição por alguns meses. O atual formato é de até nove meses. No entanto, vamos chegar a  mais mercados agora”, disse Mark Turner, CEO da Volvo Ocean Race. “Ao mesmo tempo, fortaleceremos o ADN da regata, que está sempre em todo o mundo e em todos os oceanos, principalmente na Antártida que é seu coração”. Continuar lendo “Volvo Ocean Race passa a ser disputada de dois em dois anos”

Dee Caffari será comandante do Turn The Tide On Plastic, sexto confirmado na VOR

m45053_sca-141206-halloran-dsc02384-20141207-023742.jpg

A Volvo Ocean Race anunciou nesta terça-feira que a britânica Dee Caffari será a comandante do sexto barco inscrito na edição 2017-18 da competição. Caffari é veterana da VOR (competiu na última edição a bordo do Team SCA, tripulação 100% feminina) e de regatas de volta ao mundo (foi a primeira mulher a dar a volta ao mundo de oeste para leste sem paradas e sem assistência, em 2006, e a primeira mulher a completar a Vendée Globe em 2009, se tornando a primeira mulher a dar a volta ao mundo em solitário e sem paradas nas duas direções) e estará no comando do Turn The Tide On Plastic, que contará com o apoio da Mirpuri Foundation e da Ocean Family Foundation, entidades que buscam a saúde dos oceanos.

A ideia de Caffari é que o time seja metade feminino e metade masculino, com velejadores na casa dos 30 anos. Como a Mirpuri Foundation é portuguesa, dois dos velejadores serão de Portugal.

O Turn The Tide On Plastic se junta aos já confirmados AkzoNobel (Simeon Tienpont, Holanda), Dongfeng Race Team (Charles Caudrelier, França), MAPFRE (Xabi Fernández, Espanha), Vestas 11th Hour Racing (Charlie Enright, EUA) e Team Sun Hung Kai/Scallywag (David Witt, Austrália) na regatta que largará em outubro.

 

America´s Cup terá ETNZ contra Oracle Team USA pela terceira vez consecutiva

Pela terceira vez consecutiva a America´s Cup vai ser disputada entre o Golden Gate Iate Clube (EUA) e o Royal New Zealand Yacht Squadron (NZL). A vaga na disputa pela tão sonhada taça foi conquistada pelo ETNZ, comandado por Peter Burling, nesta segunda-feira nas Bermudas, sede da 35ª edição da competição após vencer o único match do dia contra o Artemis Racing. Burling agora se prepara para enfrentar o Oracle Team USA, de James Spithill, a partir do dia 17 de junho.

 

 

Emirates Team New Zealand está a uma vitória de disputar mais uma America´s Cup

O final de semana foi super agitado para os velejadores que estão na disputa pela vaga da America´s Cup. Começando pela disputa da semi-final dos playoffs que garantiram a vaga do Artemis na final.

O time de Nathan Outteridge venceu o experiente Dean Barker, comandante do SoftBank Team Japan, de virada, por 5 a 3. O Artemis chegou na raia na sexta-feira com uma vitória e três derrotas, porém, conseguiu somar quatro vitórias consecutivas, virando o jogo e garantindo a vaga na disputa contra o ETNZ na final sem que a nona regata da série fosse necessária.

Já no sábado e no domingo foram disputadas as primeiras regatas da fase final entre o Artemis e o Emirates Team New Zealand. Também em uma melhor de cinco (com nove regatas possíveis), o ETNZ venceu quatro até agora e perdeu duas. Mais uma vitória e o campeão olímpico de 49er na Rio 2016 Peter Burling garante a vaga na America´s Cup.

 

Oracle é vence fase classificatória da America´s Cup

Terminou no último sábado nas Bermudas a fase classificatória da America´s Cup. Participaram desta rodada os cinco possíveis desafiantes mais o Oracle Racing, defensor do título da AC. Depois de dois round robins (todos contra todos) foi justamente o Oracle que levou a melhor, terminando em primeiro. Como sua vaga na AC já está garantida, passaram para a semi-final da fase classificatória o Emirates Team New Zealand, Land Rover BAR, SoftBank Team Japan e Artemis Racing. Ficou de fora o Groupama Team France.

Para a semi-final que começa nesta segunda-feira, o ETNZ, segundo colocado da classificatória, decidiu velejar contra o Land Rover BAR. As regatas estavam programadas para este domingo, porém mais uma vez o vento ficou fraco demais, sendo adiadas para esta segunda-feira.

Os dois melhores colocados desta fase seguem para a final e o vencedor disputará o troféu mais antigo do mundo contra o Oracle Racing a partir do dia 17 de junho.

Pousada Armação dos Ventos convida para exposição Água Vida, de Mario Barila

No próximo dia 27 (sábado ) a pousada Armação dos Ventos,  em Ilhabela,  promoverá  a abertura da exposição Água Vida, projeto coordenado pelo fotógrafo e velejador Mario Barila. Desta vez o cenário foi o paradisíaco arquipélago de Fernando de Noronha e o dinheiro arrecadado com a venda das fotos da exposição anterior já foi revertido para a construção do viveiro de mudas do arquipélago. 

O evento é aberto ao público e terá início às 19h. A pousada Armação dos Ventos fica na praia da Armação,  em frente à BL3.

Wind Charter fecha parceria com Moorings e Sunsail

 

2015_TM_Puerto Rico_Sean McGee_Culebra, Isla Culebrita -  - DJI_0228.JPG

A Wind Charter, maior empresa de aluguel de veleiros da América Latina, acaba de fechar uma parceria de sucesso com as duas maiores empresas de charter do mundo, a Moorings e a Sunsail. Além de poder velejar em Paraty com a frota da Wind, os brasileiros passam a contar também como todo o conhecimento e atendimento exclusivo da Wind para velejadas internacionais.

“Com esta parceria passamos a ser o dealer oficial da Moorings e da Sunsail no Brasil. Vamos entrar pesado neste mercado para construir uma parceria duradoura”, disse Germano Pestana, sócio da Wind. Continuar lendo “Wind Charter fecha parceria com Moorings e Sunsail”

1ª etapa da Copa Suzuki termina em Ilhabela após dois finais de semana

DSC_3279
Foto: Aline Bassi

Terminou neste domingo o Yacht Club de Ilhabela a primeira etapa da tradicional Copa Suzuki de Vela Oceânica. Foram quatro dias (dois finais de semana) de competições e confraternizações. As classes RGS e IRC tiveram cinco regatas cada, com Helios II e Maria Preta terminando na liderança de cada classe respectivamente. Já as classes HPE e C30 tiveram 10 regatas, com Repeteco e Caiçara em primeiro respectivamente.

Para ver os resultados completos clique nos links abaixo:

RGS
IRC
HPE25
C30

Geison Mendes e Gustavo Thiesen são tetracampeões sul-americanos de 470

IMG_9132.JPG

Os velejadores Geison Mendes e Gustavo Thiesen venceram o Campeonato Sul-americano da classe 470 que encerrou neste domingo no Veleiros do Sul. Em segundo lugar ficaram os cariocas Henrique Haddad e Breno Abdulklech e em terceiro e na colocação geral, e em primeiro na categoria feminina, as gaúchas olímpicas Fernanda Oliveira e Ana Barbachan. E na categoria júnior os campeões foram os argentinos Agustin Romero e Fermin Jacobs. Veja a classificação completa aqui

A dupla campeã do Veleiros do Sul ( Navegação Aliança/Honda Via Porto) nem correu a última regata porque já estava com o título garantido por antecipação e também o tetracampeonato: 2013, 2014, 2015 e 2017.

“Nós optamos por não correr a última regata porque o vento estava muito forte e queríamos preservar as velas e descansarmos um pouco. Hoje a dupla do RJ procurou nos marcar na raia, o que é normal numa disputa, mas conseguimos velejar melhor porque taticamente fizemos tudo certo”, comentou o timoneiro Geison Mendes, 29 anos. Das oito regatas que eles participaram ficaram em primeiro lugar em cinco. Ao chegarem no pátio do clube Geison e Gustavo receberam muitos parabéns e o carinho em forma de festa pelas crianças da flotilha de Optimist.

Os velejadores nem terão um tempo de pausa para comemorações porque nesta segunda-feira começa outro desafio para eles: as regatas da Copa Brasil de Vela em Porto Alegre que definirá a Equipe Brasileira de Vela 2017 que iniciará o ciclo dos Jogos de Tóquio 2020.
O último dia do Sul-americano teve chuva na raia antes da largada da primeira das três regatas realizadas na raia de Ipanema. Com a entrada da frente fria, após a chuva, o vento veio de direção sul e com rajadas de até 23 nós de intensidade. O que provocou ondas mais fortes no Guaíba. O Sul-americano teve a participação de 13 tripulações do Brasil, Argentina e Equador.