Scheidt e Coveiro participam da Semana de Kiel, na Alemanha

314291_709772_sofia_4_web_.jpg

Após dois meses de preparação na Itália, Robert Scheidt está pronto para mais um desafio na nova fase da carreira. O bicampeão olímpico segue nesta quinta-feira (15) para Kiel, na Alemanha, onde disputará a Kieler Woche, a mais tradicional semana de vela do mundo. A competição tem cerimônia de abertura neste sábado (17), mas o iatista brasileiro coloca seu barco na água para largar na primeira regata somente na quarta-feira (21), quando começa a disputa da classe 49er, na qual forma dupla com o proeiro Gabriel Borges.

Scheidt e Borges treinaram por dois meses no Lago di Garda, onde Robert mora com a família. “Estamos bem animados, trabalhamos muito para refinar cada vez mais as manobras, que é o principal na 49er, que é um barco que requer muita habilidade e por isso é muito importante passar o maior tempo possível na água. E foi o que fizemos aqui na Itália”, explica o bicampeão olímpico. Continuar lendo “Scheidt e Coveiro participam da Semana de Kiel, na Alemanha”

André Mirsky sobe no Mundial Master de Finn; Trujillo reassume a liderança

WhatsApp Image 2017-06-07 at 11.05.22

O Mundial Master de Finn segue sendo disputado em águas caribenhas com ventos fortes. Com a realização da sétima regata, entrou o descarte, o que foi muito bom para André Mirsky, único representante brasileiro na competição. Ele conseguiu descartar um 28º lugar, conquistado na primeira regata, e subiu para 21ª colocação geral. O espanhol Rafa Trujillo, técnico de Jorge Zarif, reassumiu a ponta.

Confira os resultados em: http://bit.ly/2qXKESW

 

Rafa Trujillo, técnico de Jorginho Zarif, lidera o Mundial Master de Finn

finn master.jpg

O Mundial Master de Finn começou nesta segunda-feira com quase 140 barcos na raia de Barbados. O espanhol Rafa Trujillo, técnico de Jorge Zarif, largou na frente com duas vitórias em duas regatas. Rafa é o atual campeão mundial e já mostrou que vai brigar para levar o título novamente para casa.

O Brasil está sendo representado por André Mirsky, que estreou na 35ª colocação, com um 28º e um 12º lugares.

Para ver os resultados completos, clique aqui.

 

Mundial de ORC terá representantes de 19 países em Trieste, na Itália

mundial de orc 2017.jpg

Entre os dias 30 de junho e 8 de julho mais de 1500 velejadores estarão reunidos em Trieste, na Itália, para a disputa do Mundial de ORC. Ao todo 19 países estarão representados: Grã Bretanha, Alemanha, Ucrânia, Finlândia, Turquia. Noruega, Dinamarca, Holanda, Espanha, Estônia, República Tcheca, Malta, Croácia, Chipre, Áustria, Eslovênia e Itália.

Para este ano os critérios de quem poderia participar foram revisados, garantindo um nível de competidores mais alto. As classe B e C terão, juntas, 55 participantes, enquanto a A terá 17. As regatas serão disputadas em duas áreas diferentes no Golfo de Trieste e terão como sede o Porto San Rocco.

Para mais informações e resultados, acesse www.orcworlds2017.com

Oracle lidera classificatória da America´s Cup

As disputas da Louis Vuitton Cup começaram nas Bermudas! E após dois dias de regatas quem aparece na frente é justamente o defensor do título da America´s Cup Oracle Team USA. O time comandado pelo australiano James Spithill venceu quatro dos cinco matches que disputou e abre uma vantagem de dois pontos sobre os ingleses do Land Rover BAR. O time, que tem como skipper Sir Ben Ainslie chegou na competição com dois pontos de vantagem, já que havia vencido a World Series, porém viu esta vantagem ruir ao perder três dos quatro matches disputados até agora. Continuar lendo “Oracle lidera classificatória da America´s Cup”

PASAF divulga critérios de seleção e calendário do Pan-Americano de 2019

nanda pan

A Pan American Sailing Federation (PASAF) divulgou esta semana as classes que estarão em disputa nos Jogos Pan-Americanos do Peru, em 2019. Ao total serão 10 categorias, entre masculinas, femininas e mistas, conforme informação abaixo:

Classe Total de barcos Total de Atletas
RS:X Masculino 8 8
RS:X Feminino 8 8
Laser Radial Masculino 16 16
Laser Standard Feminino 16 16
Sunfish Open 12 12
Snipe Misto 10 20
Lightining Misto 8 24
Nacra 17 Misto 8 16
Kite Open 12 12
49er FX Feminino 8 16

 

O país sede tem vaga em todas as categorias. As outras vagas serão disputadas nos seguintes eventos:
RS:X masculino: 3 vagas no Sul-Americano de 2018, no Peru, e 4 vagas no Norte-Americano de 2018

RS:X Feminino: 3 vagas no Sul-Americano de 2018, no Peru, e 4 vagas no Norte-Americano de 2018

Sunfish: 1 vaga no Sul-Americano de 2017 em Porto Rico, 2 vagas no Midwinter de 2018 nos EUA, 2 vagas no Sul-Americano de 2018 na Colômbia, 3 vagas no Norte Americano de 2018, 2 Vagas no Sul-Americano de 2018 no Peru e 1 vaga no Midwinter de 2019.

Laser Radial: 2 vagas no Sul-Americano de 2018 no Chile, 7 vagas no Norte-Americano de 2018, 4 vagas no Sul-Americano de 2019 no Peru, 2 vagas universais

Laser Standard: 2 vagas no Sul-Americano de 2018 no Chile, 7 vagas no Norte-Americano de 2018, 4 vagas no Sul-Americano de 2019 no Peru, 2 vagas universais

Snipe: 4 Vagas no Sul-Americano de 18, 4 vagas no Norte-Americano de 2018, 1 vaga no Hemisfério de 2018

Lightining: 1 vaga no Sul-Americano de 2017 no Equador, 2 vagas no Sul-Americano de 2018 no Chile, 4 vagas no Norte Americano de 2018

Nacra 17: 4 vagas no Norte-Americano de 2018 e 3 vagas no Sul-Americano de 2018

49er FX: 4 vagas no Norte-Americano de 2018 e 3 vagas no Sul-Americano de 2018

Kite: 4 vagas masculinas e 2 femininas no Norte-Americano de 2018, 3 vagas masculinas e duas femininas no Sul-Americano de 2018

Clique aqui para ver o documento completo.

Défi Wind reúne 1400 velejadores na França

Nico_Graziano_Défi_Wind_2013_Samedi_BD-41__fit_630x420.jpg

Entre os dias 25 e 28 de maio a cidade de Gruissan, na França, vai ser palco do maior evento de windsurfe do mundo. São 1400 inscritos, de 40 países. O sucesso do evento é tanto que no primeiro dia de inscrições, 900 vagas foram preenchidas. Na água estarão presentes 60 títulos mundiais, incluindo os 42 do dinamarquês Björn Dunkerbeck e os três do francês medalhista olímpico em Pequim Julien Bontemps. Para acompanhar a regata, clique aqui. http://bit.ly/2rPP3Dm

Brasil encerra participação em Hyères com um ouro e dois top 5

Jorge Zarif_Credito Pedro Martinez_Sailing Energy.jpg

A vela brasileira conquistou mais um resultado de top 5 para encerrar uma campanha de resultados positivos na Copa do Mundo de Hyères, na França. Na regata de medalha disputada neste domingo, dia 30, Jorge Zarif terminou na quarta colocação na classe Finn, fechando a competição em quinto lugar no geral, com 78 pontos perdidos.

“A regata começou bem para mim, montei em primeiro lugar na primeira boia. Mas no segundo contravento o francês (Jonathan Lobert), que também estava brigando pela medalha de bronze, tomou a frente”, disse Zarif. O ouro na Finn foi para o turco Alican Kaynar (52 p.p.).

Ao todo, a Equipe Brasileira de Vela conseguiu colocar três tripulações no top 5 em Hyères, um dos eventos mais importantes do calendário da World Sailing (Federação Internacional de Vela).

Na classe 49er FX, as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze lideraram a classificação de ponta a ponta e conquistaram o título da competição no sábado. A dupla está com 100% de aproveitamento em 2017: duas participações em etapas da Copa do Mundo (Miami e Hyères) e dois ouros conquistados.

“Por enquanto este é um ano muito bom para a gente, apesar de termos vindo com pouco treino para cá. Estamos muito felizes, nossos técnicos também. Agora é treinar para o Campeonato Mundial, que vai ser a competição mais difícil do ano”, afirmou Martine.

Na RS:X feminina, Patrícia Freitas venceu a regata de medalha de sábado e terminou a Copa do Mundo de Hyères na quinta colocação.

A próxima grande competição de classes olímpicas no calendário é a etapa final da Copa do Mundo, marcada para Santander (Espanha), em junho.

Resultados do Brasil em Hyères

49er FX
Martine Grael e Kahena Kunze, medalha de ouro (34 pontos perdidos)

RS:X Feminino
Patrícia Freitas, 5ª colocação (89 pontos perdidos)
Bruna Martinelli, 25ª colocação (196 pontos perdidos)

Finn
Jorge Zarif, 5ª colocação (78 pontos perdidos)
André Mirsky, 34ª colocação (279 pontos perdidos)

Brasil segue fazendo bonito na Copa do Mundo de Vela na França

18121264_1707632962596885_7329369876753410081_o.jpg

Mais um dia de regatas em Hyères, na França, e mais um dia com o Brasil fazendo bonito. Patrícia Freitas venceu mais uma regata e subiu para a terceira colocação geral na classe RS:X. Com mais três regatas pela frente, ela ainda pode brigar ao menos pela medalha de prata. A líder é a polonesa Zofia Noceti-Klepacka. Martine Grael e Kahena Kunze continuam imbatíveis na liderança da 49erFX, com dez pontos de vantagem sobre as alemãs Victoria Jurczok e Anika Lorenz. Jorginho Zarif também venceu mais uma regata e aparece em sexto na Finn, a apenas nove pontos do segundo colocado. Ainda faltam mais quatro regatas até o final. André Mirsky aparece em 32º na mesma classe.

Para ver os resultados completos, clique aqui.

Foto: Sailing Energy

Copa do Mundo de vela: Brasileiros fazem bonito no vento forte de Hyères

18077161_1706401132720068_2130799044386861949_o.jpg

Mais um excelente dia de regatas em Hyères, na França. Os mais de 500 velejadores que participam da competição enfrentaram ventos fortes e muito frio e as brasileiras seguem fazendo bonito. Martine Grael e Kahena Kunze têm como pior resultado até agora, após seis regatas na 49erFX, um quarto lugar, que já entrou como descarte. Elas somam 11 pontos contra 17 das inglesas Charlote Dobson e Saskia Tidey, segundas colocadas.

Patrícia Freitas também está velejando bem e aparece na quinta colocação da RS:X. Ela venceu a última regata do dia e aparece com 18 pontos após quatro regatas e um descarte. A líder é a israelense Noga Geler.

Na Finn, Jorginho Zarif também venceu uma regata e subiu para a 11ª colocação. André Mirsky aparece em 32º. O líder é o inglês Bem Cornish.

Para ver os resultados completos, clique aqui.